quarta-feira, 29 de março de 2017

Hoje é aniversário de Salvador

      Hoje é aniversário da cidade que nasci e cresci,Salvador.Fundada como São Salvador da Bahia de Todos os Santos, Salvador foi a primeira capital do Brasil. Sua fundação em 1549 por Tomé de Sousa, ocorreu por conta da implantação do Governo-Geral do Brasil pelo Império Português, Salvador reúne o presente e o passado em perfeita harmonia e, levando-se em conta a topografia da cidade - dividida em Alta e Baixa – fica fácil mapeá-la e vislumbrar os atrativos escancarados em cada esquina. Com uma história muito rica e conhecida por quase todo o mundo, a capital baiana é recordada em diversos locais devido a sua beleza natural e aos pontos turísticos. Os edifícios antigos, as praias paradisíacas e a arquitetura de suas igrejas despertam o interesse de turistas de todo o mundo.
Não faltam lugares famosos para exercitar o sentido da visão na capital baiana: seja na paisagem clássica do alto do Elevador Lacerda, na Praça Municipal, ou na imagem de cima da Colina Sagrada, no Bonfim; nos pores do sol a partir do Farol da Barra, do Museu de Arte Moderna ou da Ponta de Humaitá; no visual da Lagoa do Abaeté, do Largo do Pelourinho ou até da Enseada dos Tanheiros, na Ribeira.

Principais Pontos Turísticos

 Os principais pontos turísticos da cidade, contando um pouco da história de cada um e o que há de bom para fazer nos locais que fizeram a história de Salvador.

Pelourinho

O Pelourinho era um dos meus pontos turísticos preferidos de Salvador. Sim, porque como boa baiana, eu sempre prestigiei os pontos turísticos da minha cidade. Considerado Patrimônio Cultural da Humanidade e tombado pela Unesco em 1985, o Pelourinho, situado no Centro Histórico de Salvador, é formado por uma praça cercada por várias casas antigas, no estilo colonial. Durante a época da escravidão, era o lugar onde os escravos eram castigados. O Pelourinho tem igrejas turísticas, como a do Rosário dos Homens Pretos e a Catedral Basílica, além disso conta com diversos bares, restaurantes e lanchonetes. Conta também com feiras de artesanato e diversos centros culturais. O Pelourinho também é fonte de inspiração e palco para artistas brasileiros e estrangeiros, até o Michael Jackson já gravou por aqui... rs... O Pelourinho é sinônimo de diversão. No verão, duas terças-feiras por mês (batizadas de "Terça da Bênção"), tem apresentações do Olodum e de várias bandas de percussão pelas escadarias e largos como Teresa Batista, Quincas Berro d´Água, do Pelourinho, além do Terreiro de Jesus. Conta também com uma unidade do Restaurante Senac, no qual você pode desfrutar das iguarias da Bahia, além de ter uma unidade da Sorveteria A Cubana.


Igreja do Senhor do Bonfim

É a mais tradicional igreja de Salvador, quiçá a mais famosa do Brasil. Foi erguida na Colina Sagrada, na península de Itapagipe, a partir de 1745, e é em suas escadarias que ocorre a famosa festa da Lavagem do Bonfim. As fitas coloridas que ficam nas grades da igreja e encantam os visitantes que sempre as levam para casa amarradas no braço. Dizem que você pode amarrar a fita no seu punho, dá três nós e fazer um pedido, ele pode se realizar, mas a fita não pode ser retirada. Ela deve ficar até cair sozinha. Todos os anos realiza-se a Lavagem do Bonfim, na escadaria da igreja, onde baianas lavam com água de cheiro e muita festa os seus degraus. Tudo começa com uma procissão desde a Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, padroeira da Bahia, até ao Bonfim.

                                                               Sorveteria da Ribeira

Era 1931, quando um comerciante italiano abriu uma pizzaria no bairro da Ribeira em Salvador e seguindo o costume dos restaurantes sua terra natal, presenteava os clientes com sorvetes fabricados na própria casa, exatamente como na cultura de seu país. A diferença é que Mario Tosto contando com os ingredientes que eram vendidos nas feiras, criou sorvetes originais feitos à moda italiana, porém com sabor de frutas tropicais. Com um cardápio com mais de 60 sabores, a sorveteria é um ponto de encontro de turistas e baianos, para se ter uma ideia, diversos artistas passam por lá para saborear um sorvete natural e vendo o pôr do sol. Não podemos esquecer que toda a orla da Ribeira foi revitalizada. Aliás toda a orla da cidade de Salvador.
Eu, meus filhos ,minha irmã e meus sobrinhos na Sorveteria da Ribeira janeiro de 2017.

Outras Belezas Naturais

E quem disse que Salvador só possui pontos turísticos no centro da cidade?! Na chamada Cidade Baixa, encontramos muitos locais onde a paisagem natural é de tirar o folego. Se você é igual a mim e gosta de praia sossegada e sem ondas, então não deixe de visitar a praia de São Tomé de Paripe. Famosa por ser ao lado da praia de Inema (onde veraneiam os presidentes do Brasil), essa praia é umas das poucas que são próprias para banho em Salvador. Além disso, nela você ainda encontra as cadeiras e mesas com guarda-sol, coisa que não encontra na Orla de Salvador, peixe frito e outras iguarias para se deliciar. A praia não tem onda, assim você pode aproveitar o mar com mais tranquilidade. Durante os dias da semana ela fica bem vazia, porém nos finais de semana e feriados costuma ter muitas pessoas. Também é lá que você pega a lancha para a famosa Ilha de Maré.

Ilha de Maré

A Ilha de Maré é famosa pelo seu artesanato em renda de bilro e seu doce de banana na palha. É um local ainda primitivo com belas praias e vilas de casinhas à beira-mar. Na Ilha de Maré, as praias mais conhecidas são: Praia Grande, Santana, Botelho, Itamoabo e das Neves. 

Ponta do Humaitá

A Ponta do Humaitá é um dos lugares mais charmosos de Salvador, com privilegiada vista da Baía de Todos os Santos. Um lugar excelente para passar um fim de tarde. A Ponta do Humaitá é localizada próximo ao Forte de Monte Serrat, monumento militar da Bahia construído no século XVI.  O local foi concluído em 1742, e desde 1993 abriga o Museu da Armaria, com armamentos civis e militares.  O Forte de Humaitá serviu como defesa da Bahia na época do Brasil Império, das invasões holandesas. Além da igreja e do mosteiro a Ponta de Humaitá abriga um charmoso farol e um píer, recentemente reformado para dar conforto aos visitantes na observação da paisagem, além de proporcionar um pôr de sol inesquecível. 


 Parabéns Salvador: Terra Maravilhosa

Então é isso pessoal. Falar de Salvador não caberia apenas em um post, pois essa linda cidade é cercada de lindas paisagens naturais e pontos turísticos sem fim, além de ter diversas atividades musicais e artísticas. Com certeza farei um outro post falando sobre outras diversões em Salvador e restaurantes, pois a culinária baiana é de uma riqueza sem fim.
Espero que tenham gostado das dicas e parabéns para nossa querida e amada Salvador!





Postar um comentário